4 dicas fáceis para otimizar vídeos para redes sociais

Publicado em 25/02/2020 por Adam Rosenthal e Lucca Rossi

Quer fazer seu conteúdo de marketing se destacar no meio de tantos outros? Siga essas dicas para otimizar vídeos para redes sociais e veja os resultados.

vídeos para redes sociais

Enquanto você lê este artigo, horas e mais horas de vídeo são carregadas no YouTube. Nenhum ser humano é capaz de assistir tudo o que se publica lá.

Mas se você produz conteúdo em vídeo, é claro que quer que ele seja visto. Para isso, é preciso promover seus vídeos nas redes sociais, afinal cerca de 88% da população brasileira acessa ao menos uma das principais delas uma vez por mês, segundo pesquisa da Comscore. A audiência está lá fora, esperando para ser impactada.

Mas como se destacar em um cenário tão saturado? Neste artigo, apresentamos quatro dicas fáceis para ajudar você a otimizar seus vídeos para redes sociais.

4 dicas para otimizar vídeos para redes sociais

1. Saiba quem é e onde está o seu público

Sabemos que cada rede social tem um estilo de usuário diferente. Então, antes mesmo de gravar o vídeo, você precisa definir uma coisa muito importante: quem é seu público-alvo?

É ele quem irá ditar a regra sobre diversos fatores do seu vídeo, como:

  • O tom e as mensagens usados
  • Os objetivos desejados
  • A melhor plataforma para ser distribuído
  • Onde o vídeo deve ser hospedado

Assim como os demais esforços da sua empresa na área , sua estratégia de vídeo marketing também devem ter um público-alvo bem definido e uma meta muito específica. Softwares de marketing nas redes sociais podem ajudar na tarefa. 

Por exemplo, se seu público são diretores e presidentes de multinacionais, é provável que sejam pessoas mais velhas do que os empreendedores de startups. Além disso, enquanto os primeiros buscam um tom mais profissional, os outros se identificam com uma linguagem mais relaxada.

Será seu público-alvo quem também determinará se seu vídeo deve ser publicado no Facebook, no LinkedIn, no Instagram, no Twitter ou em outras redes, como o TikTok.

A plataforma escolhida terá um impacto direto sobre onde hospedar o vídeo. Se o seu conteúdo for publicado no Facebook, por exemplo, pode ser vantajoso hospedar o vídeo no player de vídeo nativo do Facebook, e não no YouTube, já que as opção de customização da audiência da plataforma são um ponto forte.

2. Otimize para dispositivos móveis

Uma pesquisa realizada pelo site We Are Social revelou que 61% do internautas brasileiros acessam redes sociais por dispositivos móveis para acompanhar as publicações. 

Outra pesquisa aponta que o Brasil ocupa o segundo lugar no ranking dos países que mais passam tempo nas redes sociais, com 225 minutos por dia de média. 

Faz sentido, então, que você se certifique de que seus vídeos destinados às redes sociais também estejam otimizados para dispositivos móveis.

Faça uma autoanálise e pense no que mais te incomoda ao assistir vídeos no celular. Existe algo que prejudica a sua experiência como espectador e que pode ser melhorado?

Algumas dicas para começar:

  • Grave o vídeo na vertical em vez de horizontalmente, para facilitar a visualização.
  • Inclua transcrições e legendas no vídeo para que os espectadores que estão sem fones de ouvido também possam assistir. Além disso, a transcrição ajuda no posicionamento SEO do vídeo.
  • Mantenha os recursos visuais simples e claros, pois as telas menores podem dificultar a visualização do que está acontecendo.

3. Faça vídeos simples e curtos

Não é fácil produzir vídeos. Para poupar trabalho, ficamos tentados a incluir muita informação. Porém, se o seu destino são as redes sociais, é melhor mantê-lo breve.

Dessa forma, o melhor a se fazer é incluir uma única mensagem. Isso é parte tanto da estratégia de produção de bons conteúdos em vídeo como uma questão de limitação de tempo.

Qual é a duração recomendada para os vídeos? Depende. Cada plataforma tem seus próprios parâmetros.

Limite de duração de vídeo nas redes sociais


Facebook

Plataforma: 4 minutos

Facebook Live: 4 horas

Twitter

Plataforma: 140 segundos (vídeos com menos de 6,5 segundos têm loop automático)

Instagram

Plataforma: 60 segundos

Instagram Stories: 15 segundos (você pode dividir vídeos longos em pedaços de 15 segundos)

Instagram Live: 1 hora

 

O fato de poder fazer vídeos de mais de uma hora em algumas plataformas não significa que você deve fazê-lo. Vídeos muito longos têm um alto risco de perder espectadores. Se isso acontece, provavelmente seu vídeo não será republicado e alcançará um público muito menor.

Então, qual é a duração ideal de um vídeo?

Existem diversas teorias. O YouTube, por exemplo, descobriu que o engajamento dos vídeos cai após cerca de dois minutos. Já no Twitter, a duração ideal são 45 segundos, enquanto no Instagram cai para 30 segundos. 

Essas diferenças entre as plataformas podem ser atribuídas a vários fatores, incluindo as práticas da comunidade específica de cada uma, a faixa etária dos usuários de cada rede social e a intenção geral de quem assiste os vídeos.

É por isso que é essencial decidir em quais redes sociais você publicará seus vídeos. Assim, você sabe exatamente quanto tempo tem para discutir um tema específico.

4. Avalie o desempenho de seus vídeos

Quais são os objetivos do seu vídeo? Aumentar o reconhecimento da marca? Apresentar a cultura da sua empresa? Demonstrar um produto ou responder a dúvidas de clientes?

Você precisa definir com precisão os seus objetivos para saber quais métricas devem ser analisadas. Ferramentas de monitoramento de redes sociais podem ajudar na tarefa.

Por exemplo, se você está tentando aumentar o reconhecimento da marca, deve analisar a quantidade de visualizações, de compartilhamentos e de inscrições/seguidores após publicar os vídeos.

Se você criou um vídeo mais longo falando de liderança ou mostrando sua linha de produção, é interessante observar quanto tempo as pessoas o assistem antes de o abandonarem.

Entretanto, independentemente do tipo de vídeo, uma métrica muito importante é a origem das visualizações. Isso dará a você uma melhor compreensão de como as pessoas estão encontrando seu conteúdo e quais são os melhores canais para promover cada tipo de vídeo que você está produzindo.

Analisando esses indicadores-chave de desempenho, você poderá refinar adequadamente sua estratégia de produção de vídeos para redes sociais.

O que fazer com essas dicas?

Agora que você já tem essas quatro dicas, deve estar pensando que é só pegar a câmera e sair fazendo vídeos. Guarde essa animação para mais tarde. 

Vídeos para redes sociais é apenas uma parte de uma estratégia mais ampla de vídeo marketing, que deve se encaixar perfeitamente na sua estratégia global de conteúdo.

Tem seus vídeos prontos e quer saber como melhorar o seu desempenho? Confira as opções de softwares de marketing nas redes sociais e de ferramentas de monitoramento de redes sociais disponíveis no diretório do Capterra.

Esse artigo pode se referir a produtos, programas ou serviços ainda não disponíveis em seu país, ou pode ter restrições legais ou regulatórias. Sugerimos que você consulte o provedor de software diretamente para informações sobre disponibilidade do produto ou conformidade com as leis locais.