5 programas para fazer live gratuitos

Publicado em 28/04/2022 por Rupal Bhandari, Marcela Gava e Lucca Rossi

*Artigo publicado originalmente em 11/05/2020.

Eventos online são uma opção bastante prática para reunir uma audiência espalhada por diferentes lugares. Conheça cinco programas para fazer live gratuitos que podem ajudar na organização da sua apresentação online.

Listamos cinco programas para fazer live

Fazer streaming tem suas vantagens e, à medida que as empresas investem em infraestruturas de eventos e trabalho remoto, a transmissão ao vivo parece ter se tornado uma prática essencial.

O streaming permite alcançar pessoas que não podem participar pessoalmente em um evento devido a custos, prazos ou limitações logísticas. Você pode expandir o alcance do público, atraindo espectadores digitais do mundo inteiro. Também é possível aumentar o envolvimento dos assistentes ao permitir que eles comentem e façam perguntas.

Além disso, o uso do streaming permite que seu negócio continue funcionando mesmo em situações de crise, como foi o caso durante os momentos mais críticos da pandemia de COVID-19. Eventos renomados, como os musicais da Broadway, puderam manter sua atuação mesmo com as portas fechadas e músicos e artistas puderam improvisar shows ao vivo com as cada vez mais famosas lives.

Existem muitos softwares de streaming que podem ser usados para transmitir eventos online e em tempo real.

Se você está preocupado com o alto custo das transmissões ao vivo, programas para fazer lives gratuitos podem ser uma solução simples para o problema. Neste artigo, reunimos cinco opções de softwares, que contavam com um mínimo de 20 avaliações nos últimos dois anos na página do Capterra (confira a metodologia de seleção dos softwares no final do artigo).

Estas são as ferramentas que serão analisadas, em ordem alfabética:

1. GoBrunch

Apresentação do GoBrunch (Fonte)
  • Praticidade: 4,8/5
  • Recursos: 4,6/5
  • Qualidade/preço: 4,8/5
  • Avaliação geral: 4,8/5

Com objetivo de imitar eventos presenciais, o GoBrunch permite organizar webinars ilimitados, com até 120 participantes por evento ao vivo e três salas (espaço onde acontece a apresentação). Os eventos virtuais realizados através do GoBrunch não têm limite de duração. 

Esse programa para fazer live gratuitos oferece recursos para moderação, como controle de microfones e câmeras. Além disso, o usuário tem a opção de escolher layouts para as salas virtuais, caso seja necessário criar uma experiência mais personalizada.

Durante a sessão, o apresentador pode compartilhar sua tela, incluindo recursos de áudio; já os participantes podem levantar a mão, votar e enviar expressões. 

Na versão gratuita, é possível gravar uma sessão, baixá-la e depois gerar um link compartilhável para torná-la acessível posteriormente para quem não compareceu à apresentação ao vivo. Os usuários também têm acesso a um relatório de engajamento.

Versão completa

Na versão paga do GoBrunch, a ferramenta oferece acesso a até 400 participantes por evento. Além disso, o usuário pode criar até 15 salas por apresentação online e tem acesso a outros recursos extras, como uma lousa ao vivo, histórico do chat e envio de enquetes.

Saiba mais

2. Hopin

Apresentação do Hopin (Fonte [conteúdo em inglês])
  • Praticidade: 4,5/5
  • Recursos: 4,3/5
  • Qualidade/preço: 4,3/5
  • Avaliação geral: 4,5/5

O Hopin permite criar, hospedar e gerenciar eventos ao vivo. A duração do evento virtual pode ser de até duas horas, e só pode haver um organizador que tenha acesso administrativo. É possível criar ilimitadamente eventos e, para cada apresentação, o Hopin permite o registro de até 100 usuários.

Para a página de registro no evento, esse programa para fazer lives permite otimização através de Search Engine Optimization, ou SEO (conteúdo em inglês), o que pode ajudar a impulsionar o formulário em rankings de busca e atrair um público mais amplo para o evento. 

O Hopin também dá a possibilidade de organizar um sistema de registros de participantes em que os ingressos podem ser gratuitos, privados ou pagos –disponíveis em qualquer moeda. Disponibiliza também ferramentas de modeção e relatórios de desempenho. 

Em termos de experiência dos participantes, o Hopin oferece recursos de mensagens privadas e por eventos, um bastidor profissional (onde os participantes podem se encontrar ou conversar antes de entrar ao vivo), suporte em 10 idiomas e um espaço virtual de boas-vindas com a agenda de eventos. 

Versão completa

A versão mais completa do Hopin dá acesso a até cinco organizadores, 100 registros de participantes por mês e até 72 horas de duração por evento (há ainda possibilidade de customizar esses valores de acordo com as necessidades da empresa). Os usuários também têm acesso a integração com ferramentas externas e acesso a ferramentas avançadas de análise de dados.

Saiba mais

3. Livestorm

Tutorial do Livestorm (Fonte [conteúdo em inglês])
  • Praticidade: 4,7/5
  • Recursos: 4,4/5
  • Qualidade/preço: 4,4/5
  • Avaliação geral: 4,7/5

No Livestorm, o usuário não tem limites em quantidade de eventos ou moderadores. Um evento pode suportar até 10 registros e ter até 20 minutos de duração. 

Em relação aos recursos, esse programa para fazer live gratuito oferece compartilhamento de tela, opções de chat, sessões de perguntas e respostas durante os eventos, replays ilimitados, apresentadores convidados e lembretes automáticos por e-mail. 

Na versão gratuita, essa ferramenta também permite algumas ações durante as transmissões ao vivo, como compartilhamento de arquivos PDF ou vídeos do YouTube. Além disso, em sessões de “perguntas & respostas”, o software pode mostrar uma mensagem com a pergunta de algum participante enquanto o apresentador responde. 

O Livestorm oferece ainda ferramentas de análise para acompanhar estatísticas com números de participação, engajamento, replays e enquetes, além da possibilidade de gravar a sessão. 

Há ainda a possibilidade de suporte a 24 idiomas, incluindo português. Isso significa que a ferramenta traduz materiais que são visíveis para os participantes, incluindo landing pages, a sala do evento e as notificações por e-mail.

Versão completa

O usuário da versão completa do Livestorm acesso a mais participantes no evento (até 3 mil), mais apresentadores (até 16 simultaneamente) e registros ilimitados de participantes. Também é possível gerar relatórios customizados e ter acesso a integração com outras ferramentas.

Saiba mais

4. Melon

Tutorial do Melon (Fonte [conteúdo em inglês])
  • Praticidade: 4,6/5
  • Recursos: 4,2/5
  • Qualidade/preço: 4,5/5
  • Avaliação geral: 4,6/5

No Melon, o usuário pode realizar transmissões de até quatro horas, com a participação de até duas pessoas. A ferramenta oferece a opção de gravação da sessão e recursos de customização, que inclui uso de logos, banners e marcas d’água, de maneira limitada. 

Esse software de transmissão ao vivo também oferece uma opção para monetizar as transmissões, permitindo que a pessoa organizadora solicite doações. A ação pode ser realizada por meio de alertas de interação com o público: o moderador acessa o widget da caixa de alerta e envia o pedido para a comunidade apoiá-lo.

Os participantes não precisam criar uma conta no Melon para participar de um evento. Eles podem acessar a transmissão ao vivo através do link compartilhado pelo organizador. Também é possível planejar o evento antecipadamente e compartilhar a programação com seus convidados antes do tempo.

Versão completa

Na conta paga, os usuários do Melon podem ter até nove participantes em seus eventos, além de realizar transmissões multiplataformas em redes sociais, por exemplo. As ferramentas de customização de marca (como uso de logo ou sobreposições) são mais completas e é possível armazenar gravações na plataforma por até 30 dias.

Saiba mais

5. Restream

Tutorial do Restream (Fonte [conteúdo em inglês])
  • Praticidade: 4,7/5
  • Recursos: 4,4/5
  • Qualidade/preço: 4,4/5
  • Avaliação geral: 4,6/5

O Restream permite que o usuário transmita eventos ao vivo em até duas plataformas externas (como YouTube ou Twitch) ao mesmo tempo, com a participação de até seis apresentadores. Os usuários podem contar com até dois organizadores por transmissão, as quais não possuem limite de duração. 

Esse software permite adicionar textos ou comentários do chat diretamente na transmissão, compartilhar tela e inserir música de fundo, que é gerada através da tecnologia de inteligência artificial (por conta disso, o material está isento de direitos autorais e licenças). Na versão gratuita, as transmissões incluem a marca d’água Restream no canto do vídeo.

Durante o streaming, o usuário consegue ler e responder interações de outras plataformas em um único chat. O tempo de entrega das mensagens, na versão gratuita, é de 15 segundos. É possível acessar um relatório de desempenho da transmissão online.

Versão completa

Na versão paga, o usuário do Restream tem à sua disposição mais canais externos de transmissão (até 20), armazenamento de até 50 vídeos a serem usados em lives e até 30 dias de armazenamento de gravações. Além disso, os usuários não contam com o logo do Restream nas transmissões e recebem mais rápido as mensagens no chat de interação (em até 5 segundos).

Saiba mais

Próximos passos

Mesmo com todas as informações acima, pode ser difícil escolher a ferramenta gratuita mais adequada para fazer o streaming do seu evento. As ferramentas analisadas parecem oferecer recursos muito semelhantes –e muitas vezes, é o que acontece.

Então, a pergunta que fica é: você já tem presença em alguma das plataformas às quais essas ferramentas estão conectadas?

Se sim, vale a pena considerar seguir adiante com a ferramenta que permite acessar à base de público já existente. Caso contrário, explore cada uma das opções apresentadas e veja com qual delas você se sente mais confortável para transmitir seu evento, sempre com foco na experiência do usuário.

Busca software de streaming? Confira nosso catálogo.

Metodologia

No Capterra, selecionamos e avaliamos objetivamente os produtos com base em uma metodologia. Para serem considerados na lista de programas para fazer live gratuitos, os produtos deveriam:

  • Ter pelo menos 20 avaliações de produtos publicadas por usuários nos últimos dois anos (de 26/04/2020 a 24/05/2022) na página do Capterra, com uma classificação média de 3 (ou superior) em um total de 5. Selecionamos os cinco produtos com a classificação mais alta para aparecerem nesse artigo.
  • Oferecer uma versão independente e gratuita do software (não uma versão de teste do software em que o usuário deve comprar o produto após um período de tempo).
  • Coincidir com nossa definição de mercado para software de streaming: “Os softwares dessa categoria permitem que as empresas transmitam eventos ao vivo pela internet e se envolvam com o público-alvo”.
  • Possuir três recursos fundamentais: múltiplos participantes em sessões ao vivo, recursos de interação com participantes e tempo de transmissão. 

Os softwares foram listados em ordem alfabética.

Esse artigo pode se referir a produtos, programas ou serviços ainda não disponíveis em seu país, ou pode ter restrições legais ou regulatórias. Sugerimos que você consulte o provedor de software diretamente para informações sobre disponibilidade do produto ou conformidade com as leis locais.

Sobre os(as) autores(as)

Analista de conteúdo do Capterra, cobre as tendências de tecnologia e inovação. Jornalista com mestrado em comunicação pela UAB, de Barcelona. Gosta de criar playlists aleatórias.

Analista de conteúdo do Capterra, cobre as tendências de tecnologia e inovação. Jornalista com mestrado em comunicação pela UAB, de Barcelona. Gosta de criar playlists aleatórias.


É Program Manager no Capterra. Como analista, cobriu temas como cibersegurança e meios de pagamento digitais. Seu trabalho já apareceu na Folha de S.Paulo, Tecmundo, entre outros.

É Program Manager no Capterra. Como analista, cobriu temas como cibersegurança e meios de pagamento digitais. Seu trabalho já apareceu na Folha de S.Paulo, Tecmundo, entre outros.