*Artigo publicado originalmente em 19/09/2022.

Confira algumas das melhores plataformas de e-commerce, de acordo com a metodologia do Capterra, que podem ajudar pequenos e médios empreendedores a gerir suas jornadas no comércio eletrônico.

Confira a seleção das melhores plataformas de e-commerce

O comércio eletrônico é uma oportunidade de negócio para empreendedores que querem faturar em um mercado que apresenta importantes expectativas de crescimento

No entanto, para quem topa se aventurar, vale a pena ressaltar que a concorrência é alta, o que exige o uso das tecnologias certas para apoiar a gestão da loja virtual –a plataforma de e-commerce é uma das opções de tecnologia.

O que é uma plataforma de e-commerce?

As plataformas de e-commerce são sistemas que incluem recursos para personalizar o ambiente online de uma loja, além de colaborar com a administração das vendas e a relação com os clientes. Uma plataforma para loja virtual costuma oferecer funcionalidades como:

  • Inclusão e categorização de produtos;
  • Gerenciamento de estoques e preços;
  • Recebimento de pedidos;
  • Gestão de pagamentos;
  • Acompanhamento das vendas.

Além disso, há a necessidade também de adaptação constante às tendências do setor. Por exemplo, pesquisa do Capterra mostrou que os consumidores usam o celular com mais frequência do que o computador para realizar compras online. Aproveitar essa tendência significa optar pela criação de sites com navegação responsiva.  

Neste artigo, avaliamos algumas das plataformas de e-commerce mais usadas no mercado. Para esta lista, consideramos as plataformas de comércio eletrônico disponíveis para pequenas e médias empresas (PMEs) em português, com uma classificação geral de pelo menos 4,4 estrelas (a metodologia completa está disponível no final do texto).

1.

Visão geral dos pedidos pagos, aprovados e enviados no aplicativo Loja Integrada
Visualização do status do pedido no Loja Integrada (Fonte)
  • Classificação geral: 4,6 / 5
  • Praticidade: 5 / 5
  • Atendimento ao cliente: 4 / 5
  • Recursos: 4,4 / 5
  • Relação qualidade/preço: 4,5 / 5

A Loja Integrada é uma plataforma de vendas online para empreendedores que estão começando a jornada virtual ou que já têm uma operação consolidada. Com essa ferramenta, os empreendedores podem editar e personalizar seu site usando códigos HTML e CSS ou usar modelos internos. Eles também podem configurar um fluxo de trabalho simplificado de checkout integrado ao Google, incorporar botões de redes sociais durante o processo de checkout e integrar recursos de marketplace. 

Os administradores também podem adicionar itens aos catálogos, classificar o estoque por marca ou categoria, visualizar análises de vendas e trabalhar em suas palavras-chave para obter melhores posições de SEO. O sistema Loja Integrada também oferece as opções de cupons e captura de e-mails para marketing direcionado.

Uma versão gratuita do Loja Integrada está disponível para lojas com 50 itens e até 5.000 visitantes por mês. As contas registradas podem se beneficiar da autenticação de dois fatores (2FA) e não há comissão de vendas. Há também quatro planos pagos, começando com o plano "Crescimento", que aumenta o limite de visitantes mensais para 25.000 e oferece suporte a lojas com até 250 produtos ativos, incluindo vendas por dropshipping. 

Outros planos incluem recursos adicionais, como suporte habilitado para inteligência artificial (IA) por e-mail, chat e WhatsApp, bem como relatórios de vendas de marketplace e uma ferramenta de checkout integrada baseada em IA com recursos de preenchimento automático e autenticação.

2.

Opções de envio por peso, valor do pedido e endereço do cliente no Nuvemshop
Configurações de opções de envio no Nuvemshop (Fonte)
  • Classificação geral: 4,5 / 5
  • Praticidade: 5 / 5
  • Atendimento ao cliente: 5 / 5
  • Recursos: 3,8 / 5
  • Relação qualidade/preço: 4,2 / 5

O Nuvemshop é uma plataforma para loja virtual que permite que os varejistas criem, gerenciem e hospedem suas lojas online. Depois de se inscrever, os usuários podem começar a configurar o layout do site, o catálogo, as formas de pagamento e as opções de envio usando modelos personalizáveis. 

Além de oferecer suporte a operações de marketing multicanal e gestão de estoque físico, o Nuvemshop também pode ser usado para direcionar leads para o site por meio de plataformas de mídia social. Além disso, ele pode ajudar as empresas a criar variações de produtos, oferecer promoções ou acompanhar carrinhos abandonados com e-mails automatizados. A plataforma também oferece recursos de relatórios e análises para uma melhor tomada de decisões.

Como uma das melhores plataformas de e-commerce, os usuários do Nuvemshop podem experimentar o sistema gratuitamente assim que criarem sua loja virtual. Não há limites de estoque e inclui várias opções de integração disponíveis, mas não há opções de filtro, classificação e pesquisa para procurar promoções e produtos. Há também quatro planos pagos do Nuvemshop, cada um com opções de faturamento mensal, trimestral ou anual e uma avaliação de 30 dias, para os interessados em expandir o negócio.

3.

Principais origens e gráficos de tráfego, conversões, referências e vendas no Shopify
Visão geral do desempenho da loja no Shopify (Fonte)
  • Classificação geral: 4,5 / 5
  • Praticidade: 4,5 / 5
  • Atendimento ao cliente: 4,4 / 5
  • Recursos: 4,4 / 5
  • Relação qualidade/preço: 4,3 / 5

As empresas podem usar o Shopify para criar seus sites, habilitar checkouts com um clique e aceitar diversas formas de pagamentos usando hardware proprietário de ponto de venda (PDV). Elas também podem gerenciar seus pedidos e estoques usando análises de vendas em tempo real e dados de tráfego. 

Os usuários podem compartilhar produtos em redes sociais e marketplaces usando as ferramentas de marketing multicanal integradas do Shopify. Eles também podem adicionar palavras-chave à sua loja do Shopify para obter melhores posições de SEO e gerenciar seus clientes usando integrações com várias ferramentas de gerenciamento de relacionamento com o cliente (CRM).

O Shopify pode ser usado gratuitamente por três dias, após os quais o usuário tem a opção de fazer upgrade para uma conta "Starter" ou "Retail". Os varejistas online também podem experimentar a conta "Basic", que oferece relatórios básicos para duas contas de membro da equipe e até 1.000 locais de estoque.

4.

Opções de filtro por preço, modelagem, marca e material no VTEX
Ferramenta de pesquisa facetada no VTEX (Fonte)
  • Classificação geral: 4,7 / 5
  • Praticidade: 4,5 / 5
  • Atendimento ao cliente: 4,5 / 5
  • Recursos: 4,7 / 5
  • Relação qualidade/preço: 4,3 / 5

O VTEX é uma plataforma de vendas online que reúne comércio, gestão de pedidos, administração de fornecedores, marketing multicanal e ferramentas de desenvolvimento. Isso pode permitir que os empreendedores ofereçam uma experiência de compra única para seus clientes. Os usuários também podem adicionar novos produtos e serviços de uma ampla variedade de vendedores terceirizados, gerenciar o estoque e usar o mecanismo de busca alimentado por inteligência artificial (IA).

Como uma das melhores plataformas de e-commerce, o VTEX oferece suporte a uma diversidade de moedas e idiomas para mais de 38 países, o que pode ajudar as empresas a expandir e oferecer seus produtos em outras regiões. Além disso, a plataforma pode ajudar a integrar os vendedores com recursos como mapeamento automático de categorias, registros (logs) e aprovações/rejeições em massa. 

O sistema também oferece gerenciamento de pedidos distribuídos e configurações de preços e promoções avançadas, bem como ferramentas de relatórios, SEO e recursos de CRM. Os usuários interessados podem visitar o site da empresa para obter uma demonstração e informações sobre preços.

5.

Métricas e insights de vendas, tráfego, produtos e páginas no Wix
Análises e insights no Wix (Fonte)
  • Classificação geral: 4,4 / 5
  • Praticidade: 4,4 / 5
  • Atendimento ao cliente: 4,2 / 5
  • Recursos: 4,2 / 5
  • Relação qualidade/preço: 4,3 / 5

O Wix é uma ferramenta para criação de e-commerce que inclui templates personalizáveis e recursos de design. O usuário tem a opção de adicionar código próprio ou optar por um template pré-desenhado que se alinhe com seu setor. O sistema oferece ainda um editor, combinado com IA, que permite a mecânica de arrastar e soltar para a criação de sites funcionais e esteticamente agradáveis.

Os proprietários de lojas têm acesso a um painel com insights sobre o desempenho do négocio, através de análises avançadas. Já as funcionalidades de marketing auxiliam na geração de leads, venda de produtos ou serviços e na ampliação do alcance da página.

Outros recursos destacados incluem processamento de pagamentos online com uma calculadora automatizada de impostos sobre vendas, catálogos com capacidade para até 50.000 produtos, ferramentas de gestão de estoque e um kit de ferramentas de SEO para otimizar tags, URLs e marcações de preços.

O Wix é gratuito por 14 dias, após os quais os usuários podem fazer upgrade para um plano premium para seu site de marca branca com um domínio personalizado. O plano “Business Básico" inclui 20 GB de espaço de armazenamento e até cinco horas de reprodução de vídeos, além domínio gratuito por um ano. Os planos superiores vêm com mais gigas de armazenamento, transações em várias moedas, venda de assinaturas, dropshipping e avaliações.

Como as ferramentas de e-commerce podem ajudar as PMEs?

A tecnologia das plataformas de comércio eletrônico permite que os varejistas disponibilizem seus produtos online, diretamente para os clientes. Há muitos benefícios em usar uma plataforma de e-commerce, incluindo:

  • simplificar a listagem de produtos e a gestão de estoque;
  • aproveitar opções de marketing e publicidade gratuitas ou econômicas;
  • definir preços de forma dinâmica e detectar flutuações de demanda com mais facilidade;
  • acelerar e simplificar o processo de checkout;
  • fornecer uma variedade de opções de pagamento;
  • aumentar a eficiência ao centralizar o gerenciamento de operações;
  • obter insights e relatórios em tempo real sobre o tráfego e as vendas do site;
  • evitar as necessidades de capital inicial e de manutenção da loja, típicas de empresas de varejo físicas;
  • disponibilizar produtos para compradores que usam assistentes de voz e chats para comprar.

Melhores plataformas de e-commerce: como escolher uma opção para o seu negócio?

Ao estruturar uma operação no comércio eletrônico, é importante que os pequenos e médios empreendedores possam montar uma lista com as melhores plataformas de e-commerce a fim de selecionar aquela que está mais de acordo com suas necessidades. Na hora de avaliar uma ferramenta, vale a pena se atentar a algumas questões:

  • Redes sociais: se a operação online inclui a divulgação dos produtos por mídias sociais, avalie quais ferramentas são capazes de fazer integração com esses canais.
  • Código aberto: caso queira mais flexibilidade para realizar customização na página da loja, verifique se a plataforma tem opção de código aberto ou API aberta.
  • Sistemas de pagamento: considerando que há diferentes possibilidades de pagamento disponíveis no mercado  –de boletos a PIX–, analise qual ferramenta engloba os métodos mais usados pela sua empresa.
  • Marketing: promover uma marca online é parte importante da operação no comércio eletrônico, por isso, veja que tipo de recursos o software oferece para a divulgação da empresa e seus produtos. Otimização SEO, e-mail marketing, banners e relatório de tráfego de páginas são algumas das opções.  

Em resumo, analise os recursos que cada plataforma oferece e considere se a ferramenta selecionada está alinhada ao seu planejamento. Mais do que oferecer ao consumidor seu produto ou serviço, investir no comércio eletrônico também permite que você interaja com seu público e entenda o que ele deseja a partir dos dados de comportamento e pesquisa no ambiente virtual.

Busca ferramentas de e-commerce? Confira nosso catálogo.


Metodologia

Elaboramos a lista das melhores plataformas de e-commerce mencionadas acima com base nos seguintes critérios em setembro de 2023:

  • Todas as ferramentas estão alinhadas com a definição de mercado de software de e-commerce: “O software de comércio eletrônico permite que os varejistas gerenciem seu estoque e vendam produtos em um site”.
  • Todas as plataformas incluem os seguintes recursos principais:
    • Catalogação/categorização
    • Gestão de pedidos
    • Carrinhos de compras
    • Gerenciamento de sites
  • Todas as cinco ferramentas estão disponíveis no Brasil e têm domínios disponíveis em português.
  • Todos os softwares têm uma classificação geral mínima de 4,4 estrelas na página do Capterra Brasil.
  • A lista está apresentada em ordem alfabética.
  • Os softwares que atenderam aos requisitos mencionados acima também foram avaliados em relação à sua popularidade no mercado. Para isso, foram utilizadas ferramentas como Moz, Ahrefs, Conductor e SemRush para avaliar o volume médio mensal de pesquisa dos softwares mencionados em mecanismos de pesquisa como o Google. Além disso, também verificamos a autoridade de domínio (DA) e a classificação de domínio (DR) de todas as ferramentas. De lista resultante, foram selecionados os cinco produtos com o maior volume de pesquisa e DA/DR. Todos os softwares também obtiveram as classificações mais altas para os critérios a seguir: praticidade, atendimento ao cliente, relação qualidade/preço e recursos.