Objetivos claros aumentam o impacto da tecnologia na gestão de pessoas

Publicado em 16/10/2019 por Brian Westfall e Lucca Rossi

impacto da tecnologia na gestão de pessoas

Para qualquer departamento de RH, a transição dos arquivos e planilhas para um sistema confiável e eficiente de recursos humanos é uma grande conquista. É o fim daquele papel que falta, do atraso na folha de pagamento e dos arquivos de metal!

Esses sistemas são fantásticos ao fornecer estabilidade e eficiência administrativa, mas como eles se comportam na hora de ajudar os departamentos de RH a alcançar seus objetivos mais importantes? 

Vale ressaltar que os objetivos mudaram nesta área. Como referência, as três iniciativas mais citadas em uma pesquisa da Gartner com mais de 800 líderes de RH em 2019 (a pesquisa completa está disponível para clientes) foram:

  1. Construção de habilidades e competência críticas (66%)
  2. Avaliação da liderança atual e futura (60%)
  3. Melhoria da experiência do funcionário (51%)

Como é possível ver, os objetivos já não são se referem mais à digitalização de documentos, relatórios, controle de tempo ou compliance. Hoje, portanto, o impacto da tecnologia na gestão de pessoas é notado em outras áreas.

Por mais vantajosos que sejam os sistemas básicos de recursos humanos, eles já não podem ajudar muito com os objetivos estratégicos citados acima.

A verdade é que, se o seu departamento de RH quiser atingir suas metas estratégicas mais importantes neste ano, você precisará expandir as funcionalidades do seu sistema (se houver a possibilidade) ou investir em uma tecnologia adicional.

Para ajudá-lo, primeiro analisaremos o vasto mercado da área para mostrar que existem ferramentas disponíveis para todos os principais objetivos dos departamentos de RH.

Em seguida, você terá acesso a uma breve avaliação interativa, na qual bastará informar seu maior objetivo de RH deste ano para descobrir qual tipo de software é o mais adequado para ajudá-lo a alcançar suas metas.

O impacto da tecnologia na gestão de pessoas: defina objetivos para buscar soluções

Nos últimos 50 anos, o papel do RH nas empresas evoluiu drasticamente de uma função de back-office orientada à normatização para uma função estratégica focada nas pessoas, com uma posição de liderança interna.

A consequência disso é que, hoje, os maiores objetivos dos departamentos de RH se concentram menos em questões como conformidade e eficiência de processos (ainda que esses fatores sigam sendo importantes) e mais nas pessoas: como recrutá-las, retê-las, envolvê-las, desenvolver suas habilidades, etc.

Com uma projeção de mercado global de US$ 30 bilhões em 2025, o cenário da tecnologia em RH já está sedimentado e vem crescendo a passos largos. Basta dar uma olhada na abrangência que a tecnologia no RH está alcançando atualmente, de acordo com a Gartner:

recursos humanos e tecnologia

Se o seu objetivo é automatizar tarefas importantes da folha de pagamento, existem softwares de folha de pagamento. Se quiser otimizar os custos de mão de obra, há programas de gestão de remuneração. Existem ainda sistemas que trabalham com um dos “pilares” inteiros da imagem acima, como os softwares de gestão de mão de obra, e até mesmo soluções completas que podem lidar com todas as principais funções de RH.

A lista é enorme e, mesmo assim, não consegue mostrar a escala real do que está acontecendo no mercado.

Com relação a recrutamento, por exemplo, existem funções de programas e até ferramentas independentes para dar apoio a qualquer tarefa, desde a busca de candidatos até a melhoria da experiência do funcionário e a redação de ofertas de vagas disponíveis.

Se você acaba de comprar um software de RH, esta lista também mostra um contraste desanimador.

Isso porque, apesar de os principais sistemas de RH ajudarem nas demandas administrativas e até na gestão da mão de obra, como controle de horas e de faltas, eles nem sempre incluem funcionalidades que abordam os objetivos de RH relacionados à gestão de talentos, cada vez mais importantes.

Com as mudanças rápidas no mercado de trabalho, os departamentos de RH não podem deixar de lado o apoio da tecnologia nessa área. Ao mesmo tempo, é sabido que podem faltar recursos para contratar uma suíte de software completa que seja capaz de lidar com todas suas necessidades de gestão de talentos de uma só vez.

Isso significa que a empresa deve priorizar as compras de tecnologia com base nas maiores aspirações do departamento de RH e em seus pontos fracos mais evidentes.

Investimento em tecnologia: objetivos do departamento de RH devem guiar compras

Pode ser que o grande foco do seu departamento de RH neste ano seja o aprendizado e o desenvolvimento dos funcionários. Ou talvez a melhoria salarial. Ou quem sabe o engajamento.

Qualquer que seja seu objetivo de RH, há uma tecnologia no mercado que oferece o suporte necessário para você alcançar suas metas.

Faça o teste interativo abaixo para descobrir em qual programa de RH você deveria investir baseado no objetivo de recursos humanos mais importante da sua empresa neste ano:

Precisa de mais ajuda na gestão de talentos?

Tanto se você decidir fazer um upgrade da ferramenta que já utiliza como se preferir investir em novas funcionalidades com soluções independentes, o departamento de RH deve sempre se esforçar para adotar a tecnologia que ajude a atender às necessidades da gestão de talentos.

Se você quiser ver o diretório completo de programas de gestão de talentos e de RH do Capterra, clique aqui.

Os departamentos de RH também devem buscar ficar a par das últimas dicas, das melhores práticas e das tendências na área. O Capterra também ajuda nessa tarefa, basta seguir o nosso blog!

À procura de softwares de RH? Confira todas opções disponíveis no Capterra! Se você conhece mais soluções, deixe seu comentário abaixo.

Seguir

Leitura relacionada