Como fazer tours virtuais: um guia passo a passo

Publicado em 03/09/2020 por Anna Hammond e Lucca Rossi

Além de permitir que os compradores visualizem projetos residenciais antes de ir fazer uma visita pessoal, tours virtuais de imóveis são uma forma de explorar a arquitetura e a decoração das residências com detalhes impressionantes. Para isso, existem os softwares para tour virtual, que, em conjunto com outras soluções para agências imobiliárias, ajudam os corretores imobiliários a expandir as vendas e aumentar o retorno sobre o investimento (ROI) das suas plataformas online.

como fazer tour virtual

O momento é propício: segundo levantamento do grupo Zap, a busca por unidades com visitas virtuais para venda ou locação cresceu 158% desde o início do isolamento social. 

Quer saber como fazer tours virtuais? Neste artigo, vamos mostrar como prepará-los para você aumentar as vendas e o ROI da sua agência.

O que é o tour virtual de imóveis?

O tour virtual de um imóvel é uma simulação visual não estática de uma propriedade que permite aos clientes em potencial visitar uma versão 3D da casa ou apartamento em questão. Trata-se de um sistema virtual de visitas a imóveis no qual o usuário pode visualizar as residências que lhe interessam de qualquer lugar e a qualquer momento.

O passeio em 3D inclui imagens estáticas, áudio e vídeos, que são organizados de forma a destacar as características do imóvel, e os usuários podem girar e caminhar em qualquer direção na residência virtual.

Tipos de tours virtuais de imóveis

Os tours virtuais podem ser de três formas: 

  • tours em vídeo
  • visitas interativas em 360º
  • passeios em 3D 

Existem diversas vantagens no uso de passeios virtuais para comercializar casas. Um potencial comprador pode visitar uma lista de imóveis virtualmente 24 horas por dia, por exemplo. Além disso, disponibilizar tours virtuais em uma lista de propriedades ajuda a gerar conversões.

Em um tour em vídeo, o corretor imobiliário normalmente fala sobre os principais destaques da casa durante um vídeo em que apresenta a propriedade. É possível criar um tour em vídeo com um smartphone, mas para um resultado mais elegante, você pode usar equipamentos digitais de ponta junto com softwares de tour virtual.

A proposta dos passeios em 3D é oferecer aos usuários a sensação de caminhar pela propriedade. Neste caso, o modelo virtual do imóvel é construído a partir de fotos panorâmicas, que juntas formam um streaming de vídeo.

Como o passeio é baseado em imagens estáticas, a transição entre um ambiente e outro é certamente menos natural do que em uma visita pessoal. Com isso em mente, os passeios em 3D funcionam como uma demonstração inicial para os potenciais compradores. Isso os ajuda a ter uma visão geral da propriedade antes de visitá-la pessoalmente.

As visitas interativas em 360º oferecem uma experiência imersiva aos espectadores. Normalmente, uma câmera especial de alta resolução é colocada no centro de cada um dos ambientes do imóvel. A câmera gira 360 graus e tira fotos de todo o espaço. O sistema carrega as imagens no software de tour virtual e adiciona texto, links e outros conteúdos interativos.

Por que os tours virtuais estão sendo procurados atualmente?

Um tour virtual é uma ferramenta poderosa para promover e vender qualquer tipo de propriedade. O conteúdo em vídeo promove engajamento e traz resultados como compartilhamentos, cliques e maior geração de leads. As agências imobiliárias estão usando os tours virtuais para aumentar, por exemplo, a visibilidade de residências de luxo, destacando suas características e alcançando mais pessoas interessadas.

A pandemia do coronavírus mudou o mundo dos negócios e como as pessoas trabalham, com um percentual sem precedentes de pessoas trabalhando de suas casas. Como vimos, a recomendação de “ficar em casa” levou os compradores a ampliar a busca de conteúdo em vídeo, o que ajudou imobiliárias a poder continuar anunciando casas e mostrando-as para os clientes em potencial. Uma das principais vantagens do tour virtual de imóveis é ser compatível com o distanciamento social e ajudar os possíveis compradores a visitar as residências que têm interesse.

Como fazer tours virtuais

Agora que já entendemos um pouco o contexto por trás dessa ferramenta, vamos ao que interessa: como fazer tours virtuais. Você pode realizar os passeios virtuais pelo imóvel de duas maneiras diferentes: com uma sessão ao vivo ou por meio de um vídeo gravado. Para melhores resultados, use uma combinação dos dois. Um tour virtual exige planejamento, divulgação e tecnologia de ponta.

Software e equipamentos de qualidade

Uma câmera panorâmica ou de 360 graus com alta qualidade ajudará você a criar tours virtuais mais atraentes para mostrar os imóveis. É recomendável usar um tripé para garantir que suas imagens e gravações fiquem alinhadas. Para oferecer tours virtuais mais eficientes, confira softwares de tour virtual com avaliações de usuários altas.

Planeje suas gravações

Faça uma lista dos principais cômodos da casa. Coloque a câmera no centro de cada um para gravar as principais características e certifique-se de capturar os destaques mais importantes de cada ambiente. Se o centro do cômodo não traz os melhores ângulos, encontre o melhor local para posicionar a câmera.

Prepare cada cômodo

Verifique se todos os cômodos estão prontos para serem filmados. Remova itens desnecessários ou que estejam atrapalhando a visão. O local deve estar limpo, arrumado e atraente. Não deixe a desorganização tirar a atenção dos potenciais clientes.

Ajuste o tripé

Para obter imagens uniformes, use um tripé. Se a câmera não incluir um nível embutido, procure um aplicativo de nivelamento para celular. Ajuste o tripé até que o nível esteja alinhado.

Fotos de teste e definitivas

Passe por todos os cômodos e faça algumas fotos de teste. Ajuste a iluminação e arrume os itens do local para obter imagens de alta qualidade. Cuidado com espelhos, janelas ou vidros, que podem mostrar a câmera refletida na foto. Depois de configurar corretamente a câmera, visite cada um dos cômodos da sua lista, posicione a câmera e tire as fotos para o tour.

Criação do tour virtual

Use um criador de tour virtual de alta qualidade para produzir o passeio a partir das fotos que você tirou. O programa de criação usará as imagens estáticas para os passeios em 3D e as panorâmicas para as visitas interativas em 360 graus. Encante o cliente criando uma experiência de usuário atrativa, com textos, áudios e outros destaques. Em geral, os usuários podem dar zoom, caminhar e mudar de direção segundo sua vontade. Veja o exemplo abaixo:

Exemplo de passeio 3D com o CloudPano, que oferece versão grátis de teste  (Fonte)

Divulgue o tour virtual

Depois de terminar de editar o tour, use o link para agregá-lo ao site da sua agência imobiliária ou nas redes sociais.

Faça upload da versão com a marca da empresa em seu site e nos perfis das redes sociais. Você pode divulgar o passeio criando um evento na rede social e colocando uma chamada no site da empresa. Inclua uma pequena pré-visualização do tour em anúncios online e faça campanhas para coletar dados de potenciais compradores.

Experiência imersiva para potenciais compradores

Os tours virtuais de imóveis propiciam uma experiência totalmente imersiva e interativa. Para entregar um passeio virtual de máxima qualidade, os corretores devem fazer um planejamento e usar o equipamento correto e um bom software de tour virtual.

Os passeios virtuais têm ajudado os corretores imobiliários a enfrentar os desafios causados pela pandemia da Covid-19, permitindo que eles continuem mostrando suas casas mesmo com a recomendação de distanciamento social.

Busca softwares para gestão imobiliária? Confira o nosso catálogo!

Nota: As informações contidas neste artigo foram obtidas de fontes consideradas confiáveis. As aplicações selecionadas são exemplos para mostrar uma característica dentro de um contexto e não pretendem ser endossos ou recomendações.

Esse artigo pode se referir a produtos, programas ou serviços ainda não disponíveis em seu país, ou pode ter restrições legais ou regulatórias. Sugerimos que você consulte o provedor de software diretamente para informações sobre disponibilidade do produto ou conformidade com as leis locais.